Redação SEO: Técnica que melhora o ranqueamento do seu site

A redação SEO é um assunto que deve ser dominado por qualquer pessoa que queira ser encontrado na internet.

Isso porque o Google considera uma série de fatores ao “escolher” (ainda que mecanicamente) quais resultados ocuparão a primeira página de busca – um espaço altamente disputado.

SEO (Search Engine Optimization) é uma das principais formas de deixar um site “encontrável”, além de ser estratégia de marketing vital nos dias de hoje.

Se você é responsável por alimentar seu próprio site ou se você é redator web e quer aprimorar seu desempenho e sua técnica, este conteúdo é para você!

Abaixo trouxemos alguns hacks que você pode colocar em prática hoje mesmo e melhorar o desempenho dos seus textos. Vamos lá?!

Afinal, o que é redação SEO?

Antes de mais nada, vamos entender um pouco mais o que é redação SEO e por que ela é tão importante pro seu site.

Há muito conteúdo por aí que nunca é visto por que não ranqueia bem e, portanto, não tem a chance de educar, ajudar, impressionar e converter ninguém.

Por outro lado, escrever utilizando as técnicas de SEO ajuda a ganhar tráfego orgânico e a trazer leitores qualificados e clientes em potencial para o seu site.

A grosso modo, quando falamos em SEO, estamos falando em um conjunto de técnicas de otimização de conteúdo que ajudam a fazer com que a inteligência artificial dos mecanismos de busca (do Google, principalmente) encontre e qualifique o conteúdo.

SEO se subdivide em duas categorias: on page e off page. Neste texto, vamos nos ater ao on page, mais especificamente à redação.

Antes de iniciarmos, é fundamental ter em mente que até há algum tempo, os textos otimizados, para terem um bom desempenho, requeriam essencialmente domínio de técnica.

Hoje em dia, a IA do Google está tão avançada que avalia fatores semânticos e preza pela experiência do leitor. Desse modo, o ponto de partida para as dicas sobre redação SEO é que o principal objetivo sempre deve ser oferecer conteúdo de valor ao leitor.

Estrutura do texto web

Para que um texto tenha uma boa performance de SEO, é fundamental que tenha uma estrutura bem definida e coerente.

Para isso, deve-se dividir o conteúdo em headlines, ou seja, subtítulos.

Idealmente um texto deve ter H1 (título geral), H2 (subtítulo) e H3 (subtítulo dentro do subtítulo) e por aí vai. Mas lembre-se: essa divisão deve ser coerente com o conteúdo e só existir se, de fato, fizer sentido.

Observe o exemplo de estruturação de headlines:

H1 – Receitas fáceis e rápidas para o dia a dia

H2 – Receitas fáceis quentes

H3 – Sopa

Observe a cadência e como o conteúdo vai se afunilando conforme os subtítulos vão se subdividindo.

Isso, além de estruturar o conteúdo, ajuda o leitor a encontrar os temas com mais facilidade, melhorando a escaneabilidade do texto.

Dica: a palavra-chave principal sempre deve estar no H1 e, pelo menos, no primeiro H2.

Redação do texto

Chegamos à parte da redação em si. Aqui, além de técnica, é fundamental que se tenha relevância e ofereça valor ao leitor.

O padrão de comportamento dos leitores costuma ser imediatista. Eles querem resultados rápidos, então evite rodear e florear demais, seja objetivo e mantenha uma linguagem simples – isso também influencia na pontuação do SEO.

Não se esqueça que o texto, independentemente da quantidade headlines que você usar, sempre deve ter introdução ao tema, desenvolvimento e conclusão, assim como aprendemos na escola.

Essa estruturação básica é fundamental para deixar o texto completo.

Dicas práticas de SEO

Dicas práticas de SEO

Algumas dicas práticas que melhoram o SEO do conteúdo incluem:

  • Utilizar parágrafos curtos. Evite parágrafos com mais de três linhas;
  • Utilizar “palavras de transição”. Ou seja: palavras ou expressões, normalmente representadas com conjunções e conectivos, que ajudam a dar mais coesão aos textos;
  • Evitar utilizar linguagem passiva. Entende-se que isso dificulta a leitura. Mantenha a voz ativa sempre que possível. Ao invés de “o conteúdo foi feito pelo redator”, opte por “o redator fez o conteúdo”;
  • Utilize imagens (podem ser fotos disponíveis em bancos de dados, gráficos, ilustrações, vídeos etc);
  • Se você não tiver uma ferramenta de SEO no seu site, passe o seu conteúdo em uma plataforma para avaliar a pontuação dele antes da publicação;
  • Adicione links internos (para outros textos do seu próprio site) e externos (para conteúdos de outros sites).

Conclusão

SEO é um conceito antigo, mas que está se reformulando frequentemente para proporcionar uma boa experiência ao leitor, os sites feitos em WordPress são otimizados para SEO, sendo possível verificar se a legibilidade e a otimização da página estão boas ou não.

Confira: WordPress: 6 motivos para criar o seu site na plataforma.

O Google possui uma lista completa com todas as práticas recomendadas para que um site tenha uma boa performance referente à otimização: Confira a lista na íntegra.

Mas não se esqueça: apesar de dominar as técnicas ser importante, o Google prioriza a experiência e o valor que você oferece ao leitor.

Então busque levar conteúdo de qualidade, e não apenas cumprir regras de pontuação, afinal, estamos falando da credibilidade do seu negócio.

Precisa de ajuda?