O que é landing page e qual o seu impacto nas vendas

A origem das Landing Pages

O termo tem origem no idioma inglês e pode ser traduzido como “página de aterrissagem”. No Marketing Digital, uma landing page pode ser entendida como a primeiro página que um visitante acessa ao entrar em um site, podendo ser um produto ou serviço, um artigo, a categoria de um blog, do catálogo de soluções da empresa, ou outra qualquer.

Leia mais: Como começar um blog: 10 dicas valiosas para iniciantes

Esse foi o conceito inicialmente associado e difundido, mas com a evolução das estratégias, o que se compreende por landing page evoluiu:

O que é Landing Page?

Landing Page é uma página otimizada para conversão que possui apenas uma ação possível: gerar leads ou vendas.

Essa mudança de conceito ocorreu junto da evolução da publicidade digital, somada a popularização de estratégias de marketing digital, como o Inbound Marketing e o Marketing Direto.

Sendo assim, quando você clica em um anúncio, em uma campanha de e-mail marketing ou em banners, por exemplo, e é direcionado para uma página que não possui um menu (e qualquer link externo ou interno), então você foi encaminhado para uma landing page.

Leia mais: Captura de leads como você nunca viu: aprenda a fazer em 5 passos!

Quando a página de destino — a expressão mais utilizada em português —, não tem por objetivo a venda online, ela possuirá um formulário para gerar algum tipo de conversão, como por exemplo:

  • Pedido de orçamento (ou contato comercial);
  • Solicitação de diagnóstico comercial;
  • Pedido para acessar algum conteúdo ou material (catálogos, estudos de caso, e-books, planilhas, etc);
  • Assinatura de newsletters.

Qual o objetivo de uma Landing Page?

Diferente da página inicial de um site, que geralmente é mais genérica e abrangente, as landing pages são mais objetivas e criadas estrategicamente para despertar a curiosidade, criar interesse e provocar desejo no público-alvo, para que ele converta esses sentimentos ou necessidades em algum tipo de ação positiva, como nos exemplos citados acima.

Independentemente do tipo, o único objetivo das landing pages é gerar conversões, e é por isso que se diferenciam das outras páginas de um site. Para isso, a página deve ser clara, precisa e organizada, oferecendo realmente aquilo que foi prometido, informado ou especificado em sua campanha estratégica inicial.

Qual a relação das Landing Pages com os resultados?

Na maior parte das vezes, as landing pages são a porta de entrada dos prospects para a jornada de compra. Nesses canais, visitantes podem virar leads e leads podem virar leads qualificados que, posteriormente, se tornarão clientes do seu negócio.

Por isso, ao fazer um bom trabalho nas suas landing pages, você poderá gerar mais conversões para sua empresa, aumentando o potencial de resultados e tornando sua estratégia mais rentável e lucrativa.

Nesse momento, entra a necessidade de um bom parceiro: é preciso que a sua empresa possa contar com a expertise de quem possui experiência e seja capaz de te ajudar a conquistar esses resultados.

A criação de uma landing page exige estratégia e conhecimento de mercado. Por isso, a Orgânica se torna uma boa opção: nós possuímos grande experiência e contamos com uma equipe especializada na área, capaz de aumentar a sua taxa de conversão e conquistar as melhores oportunidades para o seu negócio!

Funcionalidades essenciais ao usar um criador de Landing Pages

Por não necessitarem de uso de código, os criadores de landing page agilizam (e muito!) o processo de criação, edição, publicação e divulgação das páginas, só é necessário verificar alguns pontos para ter certeza de qual ferramenta é a escolha certa:

Adequação à LGPD

Em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados entrou em vigor no Brasil e estabeleceu regras claras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais, impondo um padrão mais elevado de proteção e penalidades significativas.

Por isso, é essencial que a ferramenta para criação de landing pages ofereça campos de proteção de dados, de acordo com a lei.

Vale lembrar que as multas previstas para o descumprimento variam de 2% do faturamento bruto até R$ 50 milhões (por infração), e começarão a ser aplicadas a partir de agosto de 2021.

Segurança

Já aconteceu de você acessar algum site e a mensagem de “Não seguro” aparecer?

Com a popularização do HTTPS, que se tornou inclusive um critério de ranqueamento do Google, é cada vez menos comum encontrar sites assim, mas eles ainda não foram extintos.

Certas ferramentas de criação de landing pages não oferecem certificado de segurança para as páginas, o que é ainda pior, visto que a grande maioria das landing pages possui formulários para solicitação de dados.

Lembrando que isso não é apenas visual ou para passar segurança: landing pages em HTTPS realmente oferecem mais proteção, como os princípios de confidencialidade, integridade e autenticação.

Responsividade

Sim! Ainda é preciso falar sobre responsividade, pois existem empresas e ferramentas que produzem landing pages que não se adaptam às telas menores.

Não se trata mais só de algo “bom para o SEO” ou que “impacta na taxa de conversão”: ter páginas que se adaptam e que também oferecem ótimas experiências com dispositivos móveis se tornou questão de sobrevivência no mundo online.

Precisa de ajuda?